O jornal Eco da Tradição, desde a edição de janeiro de 2018, vem fazendo entrevistas com os coordenadores regionais. Na pauta, os principais desafios enfrentados como gestores, uma breve análise de como se chegou a este contexto, e quais as estratégias que o grupo adotou para fazer frente a estes desafios. Todo esse conteúdo, agora, será transformado em websérie, com publicações diárias, dando destaque a cada uma das Regiões. A ordem de publicação segue a do jornal. Neste post, a opinião do coordenador da 10ª Região Tradicionalista, Olacides Fortes da Silveira.

Integração
Para Olacides Fortes da Silveira, da 10ª Região Tradicionalista, o maior desafio é integrar os tradicionalistas, principalmente da campeira com das áreas cultural e artística. Segundo o coordenador, a Região é muito dividida. Para resolver esse problema, a ideia é, juntamente com a diretoria e os departamentos, promover encontros de integração, diversificando os locais de realização, promovendo reuniões entre patrões, capatazes, diretores culturais e artísticos. O objetivo é de, a cada evento promovido, dar a oportunidade para o desenvolvimento de atividades conjuntas entre os apreciadores das atividades campeiras, culturais e artísticas.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: