O CTG Tiarayú, de Porto Alegre, integra o bloco 1 das apresentações das Danças Tradicionais Força A do Enart, que acontece de 16 a 18 de novembro em Santa Cruz do Sul.
Confira o contexto de sua apresentação e detalhes sobre as coreografias de entrada e saída:

Entrada – O CTG Tiarayú traz novamente um tema forte cuja identificação com este é um fator facilmente perceptível se feita uma análise das demais propostas apresentadas por este grupo ao longo de sua trajetória. Ritmo, sincronia, alegria, emoção… Este foi sempre o fio condutor do trabalho do grupo em cada tema escolhido também a vontade de aprimorar o conhecimento sobre temas já conhecidos ou mergulhar em novos universos.

O que mais nos identifica? Qual a característica de nosso grupo? Ao fazer esta pergunta, estamos todos hermanados com o povo latino ao nosso redor. Esta é a nossa identidade. Iremos apresentar ao público do festival três “jeitos” de dançar, três “jeitos” de expressar nossa paixão pela dança, pela influência Espanhola e Latina, pela sua contribuição para com a cultura gaúcha através da vibração do sapateado, palmas e movimentos intensos e dos “gautchos” da argentina com o sapateado forte e marcante do Malambo, sem perder a essência da pesquisa de ser apresentar e emocionar através desta tradição de dar asas aos pés como forma de amor e liberdade. E mostrando também nosso gaúcho rio-grandense, polo acolhedor e receptor de todas essas culturas e formador também se suas próprias características. Serão três grupos distintos a dançar, três culturas miscigenadas em um só sentimento, o amor pela dança.

Saída – Enfim retratamos a ideia que nomeamos para o nosso tema de 2018: “A Força do Nosso Tablado”, pois é nele que conseguimos expressar tudo aquilo que mais nos predispomos a fazer durante a vida tradicionalista, foi dentro dele que tivemos as piores derrotas e dentro dele também que obtivemos as melhores conquistas. É dentro do tablado que formamos nossa família, que constituímos a amizade, o amor, que perpetuamos a tradição e que temos a gana por dançar e mostrar a nossa arte.

A dança é uma das formas de expressão de sentimentos mais antigas usadas pelo Homem, dança é a arte de movimentar expressivamente o corpo seguindo movimentos ritmados, e seu significado vai além da expressão artística, podendo ser vista como um meio para adquirir conhecimentos, como opção de lazer, fonte de prazer, desenvolvimento da criatividade e importante forma de comunicação. Através da dança, uma pessoa pode expressar o seu estado de espírito.

Assim a força do nosso tablado traz um apanhado de tudo aquilo que mais nos identificamos de tudo aquilo que nos move, de tudo aquilo que nos une e guia nosso trabalho. O Amor pela dança. Essa característica hermana, libertária, essa influência que pulsa em nossas veias.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: