O Movimento Tradicionalista Gaúcho disponibilizou, em dezembro, a versão eletrônica da 12ª edição da Coletânea da Legislação Tradicionalista. A publicação é um compêndio dos documentos que balizam as atividades do MTG e reúne estatutos e regulamentos. No total, são 454 páginas com todas as orientações que os tradicionalistas necessitam para o exercício de suas atividades, seja em eventos, seja nas entidades.

No texto de apresentação, o presidente Nairo Callegaro pondera que talvez a Coletânea da Legislação Tradicionalista seja a publicação mais importante do MTG, porque ela não é apenas a juntada de todos os documentos que norteiam cada uma das atividades do tradicionalismo organizado, mas sim personifica o valor e o verdadeiro sentido do ser tradicionalista no dia-a-dia, na prática. “Com suas normativas, ela demonstra como era, enquanto registro histórico validado por tantas pesquisas, mas também como deve ser, numa demonstração de que acompanhamos o tempo e, mais, de que coletivamente construímos nossos direitos e deveres. E este é um dos maiores valores que podemos cultivar”, afirma o texto.

A Coletânea, segundo Callegaro, é fruto do trabalho de tradicionalistas abnegados, desde aquele que organizou todos os arquivos até aquele que, nas convenções, apresentou proposições, ideias, ampliou e honrou o debate, demonstrando que o nosso Movimento é vivo, pulsante, e comprometido com o aperfeiçoamento de suas práticas.

Impresso
A versão impressa da Coletânea tem distribuição gratuita dirigida e serão disponibilizados exemplares para compra na loja da Fundação Cultural Gaúcha.

Por Sandra Veroneze

Deixe uma resposta

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: