Se nas rádios comerciais os espaços dedicados para a música tradicional gaúcha são cada vez mais raros, na rede mundial de computadores o movimento e tendência são de expansão. Com tecnologia cada vez mais acessível, tanto sob o ponto de vista financeiro como operacional, proliferam as radiowebs especializadas na música do Rio Grande.


O radialista Odilon Ramos é um dos expoentes. Sua rádio Campo Afora fica 24 horas no ar, com um repertório cuidadosamente selecionado e transmitido para mais de 90 rádios. Com o estúdio montado na própria casa, em Santo Antônio da Patrulha, no litoral norte do Rio Grande do Sul, tudo começou com o objetivo de divulgar o próprio trabalho: treze discos, cinco livros e agenda de shows. Como o acervo era vasto, contemplando também outros artistas, não demorou para Odilon criar segmentações e programas, com horários específicos para a música dos festivais, regionalismo atual, canções latino-americanas, cantigas de saudade (só com vozes de artistas já falecidos) e, naturalmente, um espaço para suas próprias músicas e poesias.

Com a programação disponível no www.odilonramospoeta.com ou baixando o aplicativo “Rádio Campo Afora”, a rádio é uma das maiores alegrias de Odilon. “O prazer maior está justamente na autonomia, na liberdade de criar e recriar, sem patrão nem regras rígidas”, afirma. Segundo ele, é sua consciência que comanda. A experiência de 50 anos em rádio não o deixa cometer excessos e proporciona a segurança de saber o que está fazendo, “mesmo sem esquecer que sempre tenho mais a aprender”, garante.

Vozes do Sul
Outra rádio conhecida do público tradicionalista é a Vozes do Sul. Ativa há seis anos, a programação é focada em cultura sul-riograndense e latino americana. Toca músicas gaúchas galponeiras, com destaques para cantores, intérpretes “de raiz”, como classifica o produtor Edemar Nogueira dos Passos, mais conhecido como De Los Pasos: Cenair Maicá, Jayme Caetano Braun, Pedro Ortaça, Jorge Guedes entre muitos outros…
Segundo Los Pasos, toda a programação é pensada e produzida com muito carinho, com autênticos gaúchos de alma, coração e sotaque. Uma de suas maiores satisfações é saber que o trabalho está amplamente disponível a todos, sem a limitação geográfica dos sinais tradicionais de rádio. “Procuramos ouvir as críticas e os elogios, sendo plurais, mas sem perder as origens”, afirma Edemar Nogueira dos Passos.

WebRadio Tio Prenda
Bem posicionada nas buscas do Google está a WebRadio Tio Prenda, fundada em 2015, em Joinville, em homenagem ao avô do produtor e proprietário Robinson Luis. “Sou catarinense, mas meus pais são gaúchos, e Tio Prenda era apelido do meu avô”, afirma. Disponível no endereço www.tioprenda.net, a programação é 24 horas, contando com 14 programas: Alvorada Gaúcha, Bailanta do Tio Prenda, Bem do Meu Jeito, Chimarreando com o Tio Prenda, Criado em Galpão, Domingão Gaudério, Encontro com Os Serranos, Lançamentos Gaúchos, Noites Pampeanas, Oh de Casa, Rio Grande Forte, Ronda Gaúcha, Sabadão Gaudério, Xucro Redomão.

O conteúdo veiculado pela Tio Prenda é 100% tradicionalista, sempre mantendo contato e divulgando o material de grupos e cantores, desde aqueles com 40 anos de estrada até aqueles que estão iniciando a carreira, sem distinção. O diferencial está no alcance que a internet proporciona, embora esteja limitado o acesso por computadores, smartphones e tablets. “Mas é questão de tempo até que o som automotivo receba a internet embarcada, o que já é realidade em países desenvolvidos, onde o motorista pode optar pela rádio local ou de internet”, afirma.

Marcas do Sul
A rádio Marcas do Sul pode ser acessada pelo endereço www.marcasdosul.com.br. Administrada por Galeno Serrano, está no ar há 20 anos, dispondo de estúdio móvel e também fixo em Vilhena Rondônia, em Rondônia, com projeto de expansão para o Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. Fica no ar 24 horas por dia, dividindo a programação entre músicas tradicionais fandangueiras e nativista. “Sigo minha própria intuição quanto ao que vou apresentar, músicas, histórias, contos e, como sou compositor, também me atrevo a declamar e criar versos de vez em quando”, afirma Galeno, que aposta numa apresentação descontraída, mas “de fundamento”. “Buscamos novidades e músicas que talvez nem foram tão divulgadas”, afirma o produtor. Segundo ele, trabalha-se por amor, com muito orgulho de ser Comunicador Gaúcho (como é conhecido).

Rádio Pátria Gaúcha
Outra rádio bem posicionada nas buscas é a Rádio Pátria Gaúcha (www.radiopatriagaucha.com.br). Com oito anos de atividades, tem programação 24 horas por dia, sob a coordenação do proprietário Nelson Rijo Braga. A sede da rádio fica em Pelotas, na 6ª Região Tradicionalista. Segundo Nelson, uma atenção especial é dedicada à seleção musical. “Escolhemos sempre o melhor da música do sul, com ênfase aos nomes de peso, com trabalho de qualidade e leais ao estilo musical que nos propomos a divulgar mundo afora, em benefício da valorização, preservação e engrandecimento da música do Rio Grande do Sul!”, afirma.

Alguns dos programas são A Música do Sul do Mundo, Música de Fundamento, Alma Gaúcha, Linha Campeira, Porteira Afora e Tropeando Canções. “Minha maior alegria é saber que a cada dia que passa nosso dever foi cumprido à risca, divulgando a música gaúcha; o carinho e satisfação apresentados pelos ouvintes, e também constatar pelos e-mails que recebemos que possuímos ouvintes assíduos não só no Brasil mas também em vários países mundo afora”, garante.

Radioweb Pampa
A Radioweb Pampa foi fundada em maio de 2015 (www.radiowebpampa.com.br) e alguns dos programas são Encontro com Os Serranos, Essência Gaúcha, Linha Campeira e Pampa Nativo. Segundo Luiz Rosso, diretor da rádio, uma das preocupações é usar o “tu” e não “você”.

Nota da Redação: Se você é diretor/diretora de uma radioweb especializada em música gaúcha, entre em contato com a Redação para que possamos divulgar seu trabalho.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: