O Rio Grande do Sul se encontrou, nos dias 15 a 17 de abril, na cidade de Rio Grande, na 6ª Região Tradicionalista. A escolha dos novos Peões, Guris e Piás mobilizou as 30 Regiões Tradicionalistas do Estado e contou com 55 concorrentes e público superior a três mil pessoas.

A 31ª edição do evento surpreendeu o Movimento Tradicionalista Gaúcho pelo tamanho e relevância. Segundo o presidente da entidade, Nairo Callegaro, foi o maior já realizado até o momento.
Ao final das provas cultural, artística e campeira, conquistaram as primeiras colocações:

Categoria Peão
1º: Micael Feliciano Machado Lopes, 5ª RT, PL Delfino Carvalho, Cachoeira do Sul;
2º: João Vitor Silviera Menezes, 4ª RT, Centro Farroupilha de Tradições Gaúchas, Alegrete;
3º: Tiago Luigi Guadagnin Radin, 11ª RT, CTG Pousada do Imigrante, Nova Bassano.

Categoria Guri
1º: Raphael Luciano Scarton, 11ª RT, CTG Pousada dos Carreteiros, Cotiporã;
2º: João Gabriel Hundertmarck Moreira, 13ª RT, DTCE Marcas do Pampa, Santa Maria;
3º: Guilherme Ribeiro Rossi, 4ª RT, CTG Amizade de Vasco Alves, Alegrete.

Categoria Piá
1º: Henrique Gehres Moraes, 1ª RT, CTG Tiarayú, Porto Alegre;
2º: Pedro Henrique Machado Nunes, 26ª RT, CTG Sinuelo do Sul, Pelotas;
3º: Bruno Bohrer Strack, 30ª RT, CTG Essência da Tradição, Novo Hamburgo.

Objetivos
O Entrevero tem por finalidade escolher, anualmente, dentre os jovens associados de entidades filiadas ao MTG, representantes da cultura, das habilidades artísticas, campeiras e de artesanato, possuidor dos valores tradicionais característicos da identidade cultural do gaúcho. Seus objetivos são elevar o nível cultural dos participantes, criar condições para o desenvolvimento do espírito de liderança, despertar o interesse pelo estudo e pesquisa de história, geografia, tradição e folclore, bem como criar condições para o desenvolvimento de habilidades artísticas, campeiras e artesanato campeiro vinculadas à cultura gaúcha. Outros objetivos do Entrevero Cultural de Peões são proporcionar condições para que se aperfeiçoe a participação e o comprometimento de peões com a entidade a que estiver associado, criando as condições para a valorização crescente das atividades relacionadas com as lides campeiras e visando a sua preservação como fato tradicional.

As origens do evento
A 27ª Convenção Tradicionalista do MTG, realizada em Caxias do Sul, de 28 a 31 de julho de 1988, instituiu o Troféu Farroupilha, que abrangia a categoria adulta (peão). O Regulamento sofreu reformulação na 40ª Convenção Tradicionalista Gaúcha, de Canguçu, de 27 a 30 de julho de 1995, quando foi incluída a categoria guri, e em 2002 foi alterado o nome de Concurso Estadual de Peões para Entrevero Cultural de Peões. A categoria Piá foi inserida na 77ª Convenção Tradicionalista, no ano de 2012 e regulamentada 78ª Convenção Tradicionalista, no ano de 2013.

Categorias
A categoria Piá abrange concorrentes com idade entre 10 e 12 anos – (máximo 12 anos, 11 meses e 29 dias), que possuam ou estejam cursando o 4º ano do ensino fundamental. A categoria Guri abrange os concorrentes com idades entre 13 e 17 anos e com o 6º ano do ensino fundamental concluído ou em curso. Já a categoria Peão abrange os concorrentes com idade entre 18 e 27 anos e que possuam ou estejam cursando o ensino médio.

Para participar
O artigo 5º do Regulamento estabelece as regras para participação no Entrevero. Algumas delas são:
a) ser representante de uma entidade filiada Plena ou Parcial e em dia com suas obrigações para com o MTG;
b) estar autorizado pelos pais ou responsáveis legais;
c) haver firmado termo de compromisso de bem exercer o cargo e as atividades a ele inerentes.

Realização
O Entrevero Cultural de Peões foi promovido pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho e realizado pela Fundação Cultural Gaúcha, 6ª Região Tradicionalista e Prefeitura Municipal de Rio Grande, com patrocínio da Companhia Riograndense de Saneamento – Corsan, Governo do Estado do Rio Grande do Sul e Caixa.

Texto e fotos:
Sandra Veroneze

Deixe uma resposta

Fechar Menu
%d blogueiros gostam disto: