Coordenadores Regionais do MTG tomam posse

Os 30 coordenadores regionais do Movimento Tradicionalista Gaúcho do Rio Grande do Sul, eleitos para o exercício de 2021, tomaram posse na noite de segunda-feira, 22 de março, em solenidade realizada online na página da entidade no Facebook e canal do Eco da Tradição no Youtube.

O cerimonial seguiu o padrão de protocolo da posse presencial e a presidente do MTG, Gilda Galeazzi, disse em seu pronunciamento sentir-se orgulhosa de fazer parte deste momento, que é um dos símbolos do processo de reinvenção pelo qual o tradicionalismo gaúcho passou em decorrência das restrições impostas pelas políticas de combate à transmissão da covid-19.

A presidente também desejou sucesso aos novos coordenadores e lamentou que o quadro da pandemia se agrava, contrariando o desejo de todos. “É preciso manter a cabeça fria e o diálogo com todas as entidades e prefeituras municipais”, afirmou. Ela prevê um ano difícil para a cultura, uma vez que os órgãos públicos estão priorizando investimentos na saúde. Gilda também destacou o espírito de união existente entre os 30 coordenadores regionais.

O vice-presidente de administração e finanças, César Oliveira, destacou em seu pronunciamento que o MTG e os tradicionalistas estão dando um grande exemplo de solidariedade, humildade e trabalho coletivo. Também destacou a diversidade cultural do Rio Grande do Sul, expressa nas particularidades de cada uma das Regiões Tradicionalistas. “Cada coordenador e coordenadora está assumindo o cargo num momento muito delicado, com o compromisso de conduzir de forma retilínea o maior patrimônio do povo gaúcho, que é sua cultura, identidade, essência e raiz”, afirmou.

 

Coordenadores

Pela 1ª Região Tradicionalista, toma posse Luis Henrique Petersen Lamaison e pela 2ª, Ivan Fernando Botelho. Na 3ª, assume Eduardo Bechormer, na 4ª, Marco Antônio Souza Saldanha Junior e na 5ª, Luiz Clóvis Vieira. A 6ª RT em 2021 será administrada por Roberto dos Santos Ferreira, a 7ª por Vanderléia Belegante Nervo, a 8ª por Lauri Terezinha Brandão de Almeida e a 9ª por  Ana Claudia da Silva. Olacides Fortes da Silveira assumirá a 10ª RT; Luiz Carlos Rigon a 11; Márcia Rosane Monteiro a 12; Luiz Marcos Pozzobon Junior a 13 e Áureo Moraes Rodrigues a 14. A 15ª terá como coordenador Edgar Barnasque dos Santos; a 16ª, Flávio Luis Menezes; a 17ª, Evandro Martins Otero; a 18ª, Márcio Martins D’avila; a 19ª, Armelindo Rosset; a 20ª ,  Army João Voos Junior e a 21ª, Gilberto dos Santos Lopes. Na 22ª RT, assume Carla Elisa Behs; na 23ª, Rozimar da Silva Ferreira; na 24ª, Luce Carmen da Rosa Mayer; na 25ª, Rodrigo de Macedo Ramos; na 26ª, Marcio Adir Soares Correa; na 27ª, Everaldo Dutra; na 28ª, João Arlindo Reibolt; na 29ª, Thiago José Centofante e na 30ª, Carlos Alberto Moser.

 

Administração

As Regiões Tradicionalistas constituem braços administrativos da federação no interior do Rio Grande do Sul, descentralizando a gestão. A escolha dos coordenadores se dá por eleição e o período de mandato é de um ano.